Lisboa 2017, Capital Ibero-Americana de Cultura é uma iniciativa da União das Capitais Ibero-Americanas e da Câmara Municipal de Lisboa, que conta com a participação, colaboração e apoio de dezenas de outras instituições, associações e equipamentos privados.

No âmbito do tema Testemunhos da Escravatura: memória africana o Museu Nacional do Traje aceitou o convite do Gabinete de Estudos Olisiponenses e selecionou acessórios de traje e joias que testemunham o trabalho escravo nas minas do Brasil no século XVIII.

As peças estarão em exposição até 30 de dezembro.

Para saber mais sobre as peças, clique em aqui