O Sobreiro Assobiador deve o nome ao som originado pelas inúmeras aves que pousam nos seus ramos. Plantado em 1783 em Águas de Moura (Alentejo), este sobreiro já foi descortiçado mais de vinte vezes. Além do contributo para a indústria, é impossível quantificar o seu impacto na manutenção do ecossistema e no combate ao aquecimento global. Com 234 anos, o Assobiador está classificado como “Árvore de Interesse Público” desde 1988 e está inscrito no Livro de Recordes do Guinness como "o maior sobreiro do mundo"!

No parque do Museu Nacional do Traje - o parque botânico do Monteiro-Mor - existe um conjunto de mais de oitenta sobreiros em diferentes estados vegetativos. Distribuídos em dois grupos - um deles em consociação com pinheiros mansos e o outro simples - e de plantação recente, apresentam a cortiça nos seus três estados: virgem, secundeira e amadia.


- Site https://www.treeoftheyear.org/ETY-2018/results.aspx